Informação da Publicação

Título Acesso aos cuidados de saúde durante a pandemia de covid-19: Perceção dos utentes com doenças crónicas atendidas nas estruturas de saúde de São Vicente
Autor(es)
Palavras-chave
Pandemia de Covid-19
Doenças crónicas
Estado de emergência
Acesso aos cuidados de saúde
Utentes
Data 2022
Resumo
A pandemia de covid-19 afetou milhares de pessoas em todo o mundo, se configurando como um evento sem precedentes históricos, obrigando ao uma rápida reorganização dos sistemas de saúde um pouco por todo mundo. Afetou sobre tudo os utentes portadores de doenças crónicas, pois estes constituem o grupo mais afetado por ser mais vulnerável às vicitudes causadas pela pandemia. Sendo assim o principal objetivo desta pesquisa é analisar a perceção dos utentes portadores de doenças crónicas sobre o acesso aos cuidados de saúde nas estruturas de saúde de São Vicente durante o estabelecimento do estado de emergência em Cabo Verde. Para tal, procedeu-se a um estudo quantitativo de caracter descritivo, exploratório e transversal, tendo como instrumento de recolha de dados o inquérito por questionário, aplicado a cem (100) inquiridos com diagnósticos de doenças crónicas atendidas nas estruturas de saúde durante o estado de emergência, e que foram selecionados através da técnica de amostragem não probabilista Os resultados indicam que (52%) (52) dos inquiridos têm idade superior a sessenta anos; (50%) (50) é do sexo masculino e (50%) (50) é do sexo feminino. No que toca a situação clínica dos inquiridos observou-se (76,3%) (74) é hipertenso, (36,1%) (35) é diabético. Observou-se que (61%) (61) dos inquiridos foram diagnosticados há cinco anos ou mais. No que se refere as dificuldades de acesso, notou-se que (14,3%) (14) teve dificuldades em marcar consulta, (9,2%) (9) em conseguir atendimento, (11,2%) (11) em conseguir medicamento, e (17,3%) (17) tiveram as suas consultas canceladas. No que se refere a satisfação com os cuidados recebidos, observou-se que (44%) (44) referem pouco satisfeitos, (3%) (3) responderam não estar satisfeito. Os resultados mostram que não obstante os esforços das entidades de saúde da ilha, muitos utentes não conseguiram atendimento durante o estado de urgência, situação é que se entende preocupante, na medida que os utentes com doença crónica necessitam de um acompanhamento sistemático e periódico.
Tipo Monografia Licenciatura - Monografia
URL https://drive.google.com/file/d/1cpDpHeEhDrG-_kIea7KIZ5fzNzMyeYuU/view?usp=sharing
URL_Anexo
Ficheiro